Skip to content

3 Dicas ao Comprar um Reboque de Moto!





Comprar um reboque para moto, em diversas ocasiões resulta em muitas dúvidas por parte dos proprietários. Neste artigo, iremos falar a respeito de aspectos bastante relevantes para quem tem o objetivo de fazê-lo e que possam apoiar os mesmos no momento da compra.

Primeiramente, iremos explicar o que vem a ser um reboque para moto. Mesmo entre vários proprietários de veículos o conceito é desconhecido, o que pode causar muitos problemas no momento da escolha, por não haver informações suficientes que demonstrem os benefícios de cada um deles.No tópico seguinte, falaremos a respeito dos tipos de reboque que estão disponíveis aos proprietários e o que a legislação vigente discorre a respeito dos mesmos.

E em nosso último tópico os leitores irão conhecer os lugares nos quais poderão adquirir esse produto e qual é o valor médio do mesmo praticado pelos fornecedores e vendedores que estão no mercado.

Boa leitura!

O que é um Reboque para Moto?

3 Dicas ao Comprar um Reboque de Moto
3 Dicas ao Comprar um Reboque de Moto

Comprar um reboque para moto é uma decisão importante para quem possui um veículo automotor. Não apenas em virtude de questões voltadas ao aspecto dos recursos monetários envolvidos na aquisição, como também em decorrência de aspectos como segurança, praticidade e durabilidade.




Assim sendo, o reboque para moto é um veículo que é engatado na parte traseira de um veículo automotor. O termo “reboque”, inclusive é a designação dada pelo conjunto de leis máximas que rege a disciplina no trânsito no país, ou seja, o Código Brasileiro de Trânsito, ou CBT.

Popularmente, todavia, o veículo, – outro aspecto importante a ser observado -, pois essa é a classificação dada a ele pelo CBT, é conhecido como “carretinha” e é usado para o transporte de vários tipos de cargas, tanto em situações pessoais, bem como em profissionais como veremos nos próximos tópicos.

Quais os tipos de Reboque para Moto?

Há diversos tipos de reboque para moto: reboque para moto gás, reboque para moto basculante, dentre tantos outros disponíveis no mercado.

Contudo, quando nos referimos à carretinha de reboque para moto, as referências mais comuns são aquelas que são usadas no desenvolver de uma atividade profissional, como, aliás, a já mencionada carretinha para gás no parágrafo anterior.




Assim, os modelos mais procurados são:

  • Carretas para mercado: Geralmente usado para colocar caixas em seu interior e com tampa para evitar danos;
  • Carretas para bebidas: Também possuem tampa e é exclusiva para o transporte de bebidas;
  • Carretas para galão de água: Exclusiva para o transporte de garrafões de água;
  • Carretas para gás: Como já mencionadas, exclusivas para o transporte e carga e botijões de gás:
  • Carretas de som: Usadas por comerciantes para o anúncio de ofertas e promoções;
  • Carretas multifunção: Como o nome já nos informa, pode ser usada para vários objetivos, desde compras, bem como botijões ou galões de água;
  • Carretas para Pet Shop: É um modelo que sustenta caixas para o transporte de animais domésticos, tanto em seu interior, como sobre a tampa.

Além dos tipos mencionados acima, há também outros modelos destinados a outros usos disponíveis no mercado, como, por exemplo, moto triciclo carreta reboque para lanches ou modelos específicos como reboque para moto Harley Davidson.

O que diz a legislação sobre este tipo de reboque?

Para que se possa adquirir um reboque para moto e utilizá-lo de maneira legal, tranquila e correta é importante conhecer a legislação vigente específica sobre o mesmo. Em primeiro lugar, ele deve ser registrado no Departamento Estadual de Trânsito, o DETRAN.




A determinação que consta no CBT obriga o veículo a possuir o CRV, ou Certificado de Registro de Veículo. Ele é um documento que possibilita o emplacamento, assim como o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRVL). Por sua vez ele é o licenciamento de caráter anual e um documento de porte obrigatório.

Para que o registro seja efetivado o/a proprietário/a deve levar ao DETRAN os seguintes documentos:

  • Nota fiscal ou documento equivalente;
  • Documento de identificação pessoal;
  • Cadastro de pessoas físicas;
  • Comprovante de endereço, com data de até três meses anteriores;
  • Decalque do número de chassi;
  • Comprovante de pagamento de débitos;

Todos os originais além de cópia simples, Formulário RENAVAM, em duas vias originais preenchidas.reboque para motocicleta

Onde comprar um Reboque de Moto?

Se você optou por comprar um reboque para moto, é possível que você queira ou comprar um reboque para moto usado, ou um que seja novo.

Independente da “idade” do produto é possível encontra-los em vários lugares:

  • Fabricantes especializados;
  • Varejistas também especializados;
  • Sites de e-commerce.

Se você pesquisar, por exemplo, “reboque para carregar moto olx”, vai encontrar vários modelos a sua disposição.

Qual o valor médio de um equipamento deste?

Você estudou, pesquisou e decidiu comprar um reboque para moto, a última questão é: “Quanto custa?”.O valor dependerá do modelo que você deseja. Porém, é possível afirmar que os valores variam de R$ 2.500 a R$ 5.000,00. Naturalmente esses valores refletem uma média que contempla a totalidade de modelos. É possível encontrar valores abaixo do mínimo bem como acima do máximo.

Muito bem queridos leitores. Aqui chegamos ao final de mais um artigo. Esperamos sinceramente que o tempo e a energia investidos por vocês na leitura do mesmo tenham sido recompensados.Que as respostas que nele vocês procuravam tenham sido encontradas e suas dúvidas sanadas.

Sua presença é fundamental para a continuidade de nosso trabalho.

Sucesso!

Veja o vídeo abaixo: