Skip to content

Recall de Carro – Guia Completo





Saiba tudo que você precisa entender sobre recall em automóveis com esse guia completo e prático.

Recall ou chamamento, é um processo que pode ser necessário em qualquer tipo de produto, ou seja, o recall não se limita apena aos veículos que circulam pelas regiões do território nacional.

Dessa maneira, é comum que esse processo ocorra e que diversos consumidores passam por esse tipo de situação. Sendo assim, não entre em desespero caso seu veículo ou algum produto seja convocado para o Recall.

Pode ser um processo trabalhoso, já que você ficará durante um tempo sem o produto, nesse caso o carro, em caso seja necessário o recall. Diversas marcas famosas já tiveram que realizar esse processo, portanto, não há como prever se o seu carro necessitará do Recall de automóveis.




Fique atento a esse artigo, pois será explicado diversas questões sobre esse processo. Informações importantes como: o que é recall, como ele funciona, quem é o responsável pelo recall e muito mais, acompanhe:

O que é um Recall de carro?

recall honda
Guia Completo de Veículos

Você não sabe o que é um Recall de carro? Pode ser que o seu carro já tenha sido chamado para esse processo e você não sabia, porém, não se preocupe, pois vou te falar o que é um Recall.

Trata-se de um processo bastante tradicional entre os modelos que foram recém lançados. Quando um automóvel é convocado pela fabricadora do veículo para algum reparo, esse processo é chamado de Recall.

O recall de automóveis é uma estratégia para que seja possível eliminar algum dano maior e prováveis acidentes. Dessa forma, convocam o carro quando há defeito:


    • Nos freios;
    • No câmbio;
    • Em qualquer peça.

    Essa chamada é muito comum no segmento automobilístico e vista com frequência.

    O recall de veículos no Brasil e no mundo acontece, pois, os automóveis podem oferecer maiores riscos de segurança para quem utiliza o carro, caso, haja algum material que gere dúvidas em relação a problemas e defeitos de peças.

    Os veículos já são produtos ativos que por si só possuem grandes chances de oferecer riscos. No entanto, quando a montagem ou até mesmo uma peça errada possa aumentar as chances de acontecer um acidente, o recall faz se então ainda mais necessário.

    Outros exemplos comuns de falhas que necessitam de um recall para veículos são:

    • Falhas nos cintos de segurança;
    • Problemas com o Air Bags;
    • Necessidade de ajuste no interruptor do vidro elétrico;
    • Melhorias nas travas.

    O ato de realizar um recall é muito comum, principalmente quando se trata de veículos.

    Durante o ano de 2015, por exemplo, aconteceram que mais de 2,8 milhões de carros receberam a convocação para serem concertados e isso significou o aumento de 85% ao se comparar ao ano anterior.

    Como funciona um Recall?

    Como já dito, o recall é uma chamada para que um veículo retorne ao fabricante para que algum erro de fábrica seja corrigido. A montadora irá entrar em contato com os compradores para a correção ser realizada.




    O recall funciona como um comunicado que deverá ser realizado pela montadora e  poderá ser veiculado na televisão, jornal, rádio, sites, e-mail e até mesmo SMS.

    Essa convocação será feita assim que o fornecedor tiver conhecimento de alguma periculosidade, então a  comunicação do recall de carros será feita de forma urgente.

    É previsto pela lei recall de veículos que quando houver conhecimento dessa periculosidade do automóvel à segurança ou à saúde do consumidor, a empresa, os Estados, a União, os Municípios e o Distrito Federal precisam emitir o aviso.

    Quem é responsável pelo Recall de um veículo?

    Como já dito, a obrigação da convocação do recall é a própria montadora, no momento em que a ameaça for detectada em relação a segurança do automóvel. A fabricadora será totalmente responsável por comunicar e por agendar o recall veículos.

    Algumas instituições, como o Ministério da Justiça e o Procon também deverão ser comunicados, o mais rápido possível, já que, em seguida, a comunicação informando o recall de carros se encontrem nos meios de comunicação populares. As empresas também publicam o comunicado em seus sites próprios, assim como também nas redes sociais e TV.

    Onde sai os avisos de recall veicular?

    Como já mencionado, as montadoras irão avisar sobre o recall em diversos meios de comunicação, sendo assim, se o seu automóvel necessitar de passar por um processo você vai saber.

    Televisão, jornal, rádio, redes sociais, sites, SMS e e-mail, esses são os meios de comunicação onde o recall de veículos no Brasil são avisados Ou seja, como vivemos em um mundo conectado será impossível não receber esse aviso, não é mesmo?

    Se eu não mandar o veículo para recall, o que acontece?

    O recall no Brasil possui o objetivo de proporcionar segurança para qualquer condutor cujo veículo se encontra com algum problema cuja responsabilidade seja da montadora, até aqui nenhuma novidade, certo?

    Sendo assim, se você não atender ao recall de carros, você estará colocando a segurança em risco não apenas sua, como também das pessoas que utilizarem o seu automóvel e dos outros condutores com quem você divide as estradas.

    Portanto, o consumidor do carro que recebeu a convocação do recall deverá levar o seu veículo para que o problema seja solucionado, já que é uma questão de segurança.

    Por outro lado, não existe um prazo definido, dessa forma, há uma liberdade para que o condutor escolha quando o serviço seja solicitado e se você acaba não mandando o automóvel para o recall não haverá ônus para você.

    A fábrica do veículo não pode ficar alguma punição ao condutor que não compareceu ao recall do veículo, pois, se trata de um problema que é totalmente da empresa e não do consumidor.

    Pense que a montadora jamais deveria ter colocado esse carro dentro do mercado apresentando as falhas que poderiam provocar perigos ou até mesmos danos ao cliente.

    Como posso saber se meu carro foi convocado para um recall?

    É bem difícil não saber sobre um recall, já que estamos sempre conectados em algum meio comunicação.

    Portanto, além dos anúncios que serão vinculados na televisão, rádio, jornal e revistas, a fábrica do carro deve dar também forte destaque em seus próprios meios de comunicação. Sendo assim, se atente as redes sociais e ao site da montadora, por exemplo.

    Também há a possibilidade de saber se há recall de carros por meio do site do Ministério da Justiça e também no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

    Ademais, todos esses dados também ficam disponíveis na plataforma digital do Ministério da Justiça e também do Denatran.

    Dessa forma, se o seu automóvel recebeu a convocação de um recall, não demore, já que a segurança sua e de sua família é que pode ser prejudicada.

    Ao buscar pelo site do Denatran, você pode procurar por “Consulta Recall” para saber se o seu carro precisa passar por esse processo, basta informar o chassi do veículo para realizar essa consulta.

    veículo possui recall

    O recall desvaloriza o veículo?

    Em alguns cenários específicos, o recall poderá afetar no valor no momento de revender o automóvel, principalmente quando o problema é algo que prejudica a parte estrutural.

    É indicado por órgãos responsável que quando uma pessoa adquire um automóvel que seja usado ou seminovo, pesquisa sobre se o veículo tem histórico de recall.

    Além de tudo isso, algumas normas são definidas pelo Contran e Denatran, portanto, há uma obrigação que deve constar no documento se o carro recebeu a convocação para o recall de automóveis.

    Também é necessário que o documento informe se a reparação foi feita dentro do período de um ano. Ao contrário disso, a informação deverá estar em anexo ao documento.

    Dessa maneira, é essencial ficar atento as chamadas de recall de veículos no Brasil, já que isso pode ser um problema não só para a segurança de quem utiliza o automóvel, já que o carro pode ser desvalorizado. Enfim, o importante é que o veículo com recall proporcione segurança, independentemente de qualquer outra coisa.

    Esse procedimento é pago? Quem é responsável?

    Após o procedimento do recall, no momento de realizar a apuração de cada responsabilidade, a montadora pode fazer a cobrança de quem forneceu a peça que originou o defeito no veículo.

    Sendo assim, parte do valor que foi gasto no processo ou até mesmo toda conta pode ser de responsabilidade desse fornecedor.

    O cenário em que isso fica muito certo é quando há provas de que houve erros de má-fé da parte do fornecedor, cuja mudança foi proposital de acordo com as especificações.

    O prejuízo pode ser algo muito grande, pois o recall de carros poderá envolver muitos mais que apenas os custos referentes a troca do elemento que possuía o problema.

    Pode entrar em conta também:

    • A mão de obra;
    • O frete;
    • O armazenamento das peças;
    • A investigação do problema;
    • A divulgação do recall em veículos para os clientes prejudicados;
    • Publicidade legal veiculado em meios de comunicação.

    Ou seja, o recall é de graça para o cliente.

    Direito do consumidor em caso do Recall

    O recall no veículo é um direito do consumidor no Brasil, sendo assim, é uma obrigação da parte das montadoras em realizar o processo de melhoria quando um defeito é identificado em algum veículo.

    Portanto, há leis que protegem a pessoa que adquiriu o carro que necessita de reparos que devem ser feitos por um Recall.